A porta da frente foi aberta sem nenhum ruído. Quem quer que estivesse saindo naquela noite teve sorte de não produzir eco na casa e despertar todos os outros. Pôs um pé para fora inclinando o corpo e sentindo o vento gelado cortar-lhe a espinha. Respirou fundo e saiu completamente deixando para trás a temperatura agradável da casa indo em direção à floresta.
Noites na Fazenda, cap 1